Desenho-A 10.º e 11.º anos "QUARENTENA"

20. 04. 27
Acessos: 467

A proposta de trabalho "QUARENTENA" foi lançada aos alunos de desenho-A do 10ºano e 11ºano pelo professor da disciplina, Luis Melo. Todos os alunos participaram e revelaram trabalhos francamente positivos acompanhados de textos com reflexão sobre os tempos de clausura que vivemos. Foram brilhantes, tendo como prova a qualidade dos trabalhos. Juntamente com os trabalhos é apresentado o texto da aluna Maria Gonçalves do 11ºH, merece uma leitura atenta.

 

Self Inflicted Loneliness

Eu não sei. Não sei o que fazer, não sei o que sentir, não sei como ser, não sei.
Quero ser tudo e não quero ser nada. A bipolaridade extrema cansa-me, mas nem por isso a monotonia me deixa descansada.
Só quero estar deitada, nunca abrir os olhos. Mas sentir-me inútil não está nos meus planos.
Quero fazer algo, ser produtiva. Mas quem diria que é nestes momentos cruciais que toda a motivação se vai.
Não faço nada e continuo esgotada. O sentido de impotência é quase inevitável.
Os longos silêncios não ajudam. Todos os pensamentos se tornam mais pesados, mais vivos, ao contrário de mim, que me sinto cada vez mais morta por dentro.
Nunca imaginei que tanto pensamento me deixaria a mente em branco. Nunca achei que tanta segurança me deixaria com o coração na boca.
Mas também nunca passei por isto. Não me posso culpar por não saber lidar com algo que nunca lidei.
O futuro nunca me pareceu tão incerto.
Um dia voltaremos a respirar o ar da companhia.
Por agora ficamos na solidão que a nós próprios infligimos.
 

Maria Gonçalves, nº18 11ºH